Plataforma Vibratória

A plataforma vibratória é a nova aliada para manter o corpo saudável e em forma

A plataforma vibratória é uma tecnologia da atualiadade que visa facilitar a vida de quem tem pouco tempo para dedicar à prática de atividade física.

          É POSSÍVEL REALIZAR EXERCÍCIOS CUIDANDO DA SAÚDE E DO CORPO EM APENAS 30 MINUTOS!!!!

          É utilizada para a prática de exercícios sobre uma plataforma que produz vibrações. Estas vibrações promovem estímulos para os músculos, tendões e  ligamentos. Cada exercício realizado sobre a plataforma equivale a 5 repetições realizadas no solo. Além de trabalhar as estruturas musculares, também promove melhora da circulação sanguínea e linfática e ajuda a reduzir medidas e a celulite. Melhora a forma física.

          Veja outros benefícios proporcionados pela plataforma vibratória na matéria a seguir:

Já pensou em tratar a celulite, as gorduras localizadas, trabalhar o equilíbrio, o alongamento, aumentar a massa muscular em apenas 30 minutos? A nova tecnologia, chamada de plataforma vibratória, promete trazer todos esses benefícios simultaneamente, sem muito esforço e ocupando pouco tempo.

Criada na década de 70, na União Soviética, a plataforma vibratória era usada por astronautas para combater a perda de densidade óssea e massa muscular. “Como a atmosfera não possui ação de força gravitacional, o uso da plataforma estimulava a fixação do cálcio nos ossos e o aumento da massa muscular”, explica a fisioterapeuta Fátima Toppel.

O funcionamento da plataforma é concentrado em sua base, onde ocorre a vibração sinosoidal, de baixo para cima, em diversas frequências e amplitudes, que são transmitidas para todo o corpo e proporcionam melhorias que vão além do ganho de massa muscular e a melhora da calcificação.

Redução de gordura e celulite

Uma pesquisa realizada recentemente pela Universidade de São Paulo (USP) mostrou que, de cada 10 mulheres, 7 estão infelizes com o próprio corpo. E as reclamações estão ligadas à gordura localizada, os famosos “pneuzinhos”. A celulite também incomoda e muito, por isso a busca por tratamentos estéticos que eliminem esses probleminhas é cada vez maior.

A plataforma vibratória ajuda na redução desses incômodos.

“A vibração estimula os tecidos musculares e promove o aumento do metabolismo, o que resulta na queima de calorias. Além disso, há o aumento da circulação sanguínea, e a quebra de moléculas de gorduras, o que diminui a celulite”, comenta Fátima. Além disso, as vibrações também auxiliam no combate à flacidez.

Aumento, fortalecimento e alongamento dos músculos

“Quando submetidos à vibração, os músculos se contraem e relaxam numa ação involuntária”, relata a fisioterapeuta. Um usuário submetido a uma carga de 36 Hz tem 100% dos seus músculos trabalhando 36 vezes por segundo. A plataforma vibratória também é ideal para prevenir a perda muscular em idosos, que não podem trabalhar com pesos ou atividades aeróbicas.

Calcificação nos ossos

A perda de cálcio nos ossos é um problema tanto para os homens como para as mulheres, porém elas são as mais afetadas pela osteoporose, pois têm maiores perdas de cálcio nos ossos do que os homens.

A fisioterapeuta conta: “As vibrações da plataforma exercem a contração muscular que estimula o processo de produção de células de reconstrução óssea, que fixam o cálcio nos ossos, o que ajuda na prevenção dos primeiros estágios da osteoporose”.

Produção de hormônios

Através da vibração, também ocorre a redução dos níveis de cortisol no organismo e o aumento da liberação de hormônios, como a serotonina (substância sedativa e calmante) e GH (hormônio do crescimento). “Por ser um produto novo (produzido em 2007 no Brasil), os estudos sobres os benefícios da plataforma ainda estão sendo realizados. Entretanto, pesquisas já realizadas constatam uma maior liberação do hormônio do crescimento”, completa Fátima.

Os benefícios proporcionados pela plataforma vibratória, além de ajudarem na estética, também abrangem a saúde e o bem estar. Entretanto, existem algumas contraindicações que devem ser identificadas pelo profissional antes do início do tratamento. Existem dois tipos de contraindicação: a absoluta e a relativa. Na primeira, pessoas com marca-passo, trombose, grávidas e que fizeram cirurgia recentemente não podem utilizar a plataforma vibratória. Já as contraindicações relativas dizem respeito a problemas que impedem de utilizar o produto por um determinado tempo ou então a utilização com certas restrições.

É indispensável a supervisão de um profissional capacitado. Quando usada de maneira errada, a plataforma pode gerar, ao invés de benefícios, prejuízos ao organismo. “Existem posições que não devem ser utilizadas, pois podem machucar o corpo. A plataforma é ótima, se usada com cuidado e sempre na presença de um profissional”, alerta a fisioterapeuta.

Além disso, cada sessão dura  30 minutos. Segundo Fatima Toppel os efeitos da prática dos exercícios são sentidos depois. “Não podemos esperar que a pessoa canse. Se o tempo for extrapolado, a pessoa irá sentir muita dor no corpo, pois durante a prática ela se cansa menos, porém, faz mais exercícios”. As atividades são cinco vezes mais eficientes quando feitas na plataforma. E, em cada sessão, perde-se em média 250 calorias.